Arquivo do autor:Patricia Visconti

Sobre Patricia Visconti

Coordenadora de redação do boletim virtual "O Barquinho Cultural";

Beco do Batman: Onde arte urbana se encontra!

Por: Patrícia Visconti

por: Patrícia Visconti

Já era para termos ido lá a algum tempo atrás, mas sempre acontecia um imprevisto e acabávamos não indo ao Beco do Batman, situado na Vila Madalena, um bairro bastante conhecido pelos seus bares e seus espaços artísticos a céu aberto. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em arte, exposição

Os Vingadores invadem a Shake Burger

13669827_499557650243129_3633080897117010126_n

Uma lanchonete no litoral santista está dando o que falar, com seus últimos lançamentos para anteceder a Santos Comic Expo, trazendo os super-heróis favoritos do público em deliciosos lanches e com um brinde especial aos fãs dos mesmos. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Restaurante

Baianos encontram seu espaço na Rua Augusta

11061314_664388383707040_1859833346299235868_n

Os baianos de Salvador, Edvaldo, sua esposa Leila e seu amigo, Gilvan vieram a São Paulo há cinco anos, para tentar conquistar seu espaço na grande metrópole. Chefes de cozinha, ambos têm uma vasta experiência na gastronomia nacional, principalmente a baiana, qual foi a principal inspiração para que eles seguissem essa área.

18501_646640945481784_2125720103562452647_nPassando por diversas cozinhas e aprendendo um pouco como administrar seu tempo e seus negócios, no início de 2015, os soteropolitanos montaram no Calçadão Urbanoide, radicado na Rua Augusta, uma barraca de acarajé, com temperos e essência típica da região, e desde então eles têm conquistado seu espaço e ampliado à clientela.

Todavia, pouco menos de um mês, o trio resolveu ampliar os negócios, então eles resolveram locar um espaço para estender seus consumidores, abrindo um bar lá na rua mesmo. Com bebida boa e preço excepcional, eles vêm conquistando os frequentadores que passam pela região.

80f489bf-73c1-4ef7-9dda-dd52017e4180O espaço é pequeno, mas cheio de estratégia para chamar novos clientes. Localizado na Rua Augusta mesmo, até onde antes sediava uma loja de roupas, em frente ao Comedians e próximo ao Ibotirama, entre a Rua Peixoto Gomide e a Rua Fernando Albuquerque.

Por lá, podemos encontrar uma vasta opção de cervejas e destilados, com preços que variam até 25 reais, além de um ambiente descolado, amigável e com uma seleção musical ímpar, com clássicos do rock, soul, indie, para ouvir a noite toda.

O local ainda está em adaptação, e ainda conquista seus frequentadores, mas todos que passam pela porta se deixam levar pelo som e também pelo preço. Além do mais, há as opções em seu cardápio, como os acarajés vendidos no Calçadão entre outros petiscos da culinária baiana.

Um lugar peculiar na região da Augusta que deve ser explorado e compartilhado com os frequentadores ou visitantes de primeira viagem, pois não é sempre em que podemos encontrar um espaço onde recebemos tamanha atenção e pagamos muito pouco por isso. No bar não há comanda e tampouco paga-se a entrada, basta entrar sentar e deleitar-se pela música ou por uma conversa com seus amigos e até mesmo, fazer o “esquenta” antes da balada.

12039538_846840648795145_5356251532377277307_n

SERVIÇO

“DigAê Bar e Bahia”
Rua Augusta, 1150 – Consolação/ SP.
Horário de funcionamento: 15h à meia-noite (terça-feira a domingo)
Mais info: Facebook
Tel.: (11) 96450-7077 (Edvaldo) | 11 95866-8259 (Leila)

Por: Patrícia Visconti

3 Comentários

Arquivado em noite

O Mirante da Cultura

11919112_1615080328741898_800054829091002862_n

Há mais de 70 anos um espaço foi criado para constituí arte, entretenimento e lazer ao público paulistano. Estava sendo inaugurado o Mirante da 9 de Julho.

Sediado na Avenida 9 de Julho, embaixo da Avenida Paulista, o Mirante seria de grande valia para o desenvolvimento social para a cidade de São Paulo, e também para o Brasil, mas não foi nada disso o que sucedeu, pois o espaço ficou vazio por décadas, tornando-o até perigoso para quem passava por lá a pé, já que usuários de drogas e a bandidagem, dominavam o local.

Todavia, nem tudo é para sempre, e o feio hoje, pode se transformar no belo de amanhã. Então, em Agosto de 2015, aquele mausoléu arquitetônico foi reinaugurado com o intuito do qual foi projetado, propagar a arte pela cidade.

O Mirante 9 de Julho é um centro cultural a céu aberto, onde realiza-se exibições de filmes, exposições, músico ao vivo, intervenções artística, etc. Além de um café bar, com comidas, bebidas e café, para aproximar ainda mais as pessoas de algo que ficou décadas as escuras e sem utilidade.

SERVIÇO

Mirante 9 de Julho
Local: Rua Carlos Comenale, s/n. São Paulo/ Brasil.
Horário de funcionamento: 10h às 22h
Site | Facebook | Instagram

Por: Patrícia Visconti

1 comentário

Arquivado em Sampa

Um pub bom pra cachorro…

1012294_738448429570623_6999750409874104189_n

Entre as ruas Cardeal Arco Verde e Teodoro Sampaio, localizado no bairro de Pinheiros, encontra-se um pub bom para cachorro, com pratos bem servidos da entrada a sobremesa, ainda com uma vasta carta de cervejas nacionais, importadas e artesanais, além do carisma ímpar dos atendentes do Cão Véio.

10456074_759925950756204_8872096762748693226_nO bar é uma sociedade do chefe Henrique Fogaça, do músico Fernando Badauí e do empresário, Marcos Kichimoto, inaugurado em 2012, eles idealizaram uma temática autêntica e bem Rock n’ Roll ao recinto, tudo lá tem estilo das paredes tomadas de quadros repletos de cachorros aos sofás chesterfield.

Os pratos levam nomes caninos, da entrada “Pra Roer”, passando pela salada com diversas opções do “Cão Magro” ou então, partindo para as entradas, no “Cão Gordo”, entre essas está um dos pratos mais pedidos da casa, o “Espírito de Porco”, (costela suína macia, com casca caramelizada e condimentada), uma ótima opção para paladares fortes. Além de outros sucessos como, “Bom Para Cachorro” (bolinho de arroz com pimenta dedo-de-moça), e também os lanches, todos preparados com alimentos frescos e de qualidade.

Outra pedida são as cervejas, uma carta vasta de opções nacionais e importadas. E também há os drinks, como os destilados, cocktails11880435_881712341910897_2196889311537842339_n e vinho, todos com influência do universo canino. E claro, para aqueles que preferem algo não alcoólico, há opções como sucos naturais, refrigerantes e drinks a base de xarope de Cranberry e blueberry.

 

E para finalizar, não poderíamos esquecer das sobremesas, o “Cão Doce” traz duas preferencias de paladares, dos mais doces, na opção “Dama” (cookies de chocolate, sorvete de baunilha/chocolate, calda de chocolate e pralinè de castanhas) e o “Vagabundo” (Rabanada de brioche com creme inglês de Jack Daniel’s e compota de abacaxi), para quem prefere os ácidos.

Um ambiente agradável para curtir um sábado a tarde com os amigos para tomar uma cerveja e comer uns petiscos, enquanto joga conversa fora e ouve muito Rock n’ Roll no ambiente. Todavia, para a presença ao bar somente com reserva prévia, já que o espaço não é muito grande para a demanda dos frequentadores.

11037153_860826397332825_3275278959514166540_n

SERVIÇO

Cão Véio
Rua João Moura, 871 – Pinheiros/ SP.
Tel.: (11) 4371-7433
E-mail: caoveio@caoveio.com.br
Site: caoveio.com.br

Por: Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Arquivado em música, rocker

Bikes para turistar!

bike_holiday

Hoje em dia todos os cidadãos do mundo estão focados em reduzir os gases poluentes nas grandes cidades e metrópoles, mas principalmente em melhoria de vida, cuidando da saúde. Ciclofaixas são criadas em todo lugar, para que as pessoas deixem seus carros em caso e utilizam-se das bicicletas e do transporte público, até aluguéis de bike são espalhados em pontos estratégicos das cidades.

Baseado neste engajamento, a rede de hotéis e resorts, Holiday Inn Belo Horizonte Savassi criou o programa “Holiday Inn BIKETOUR”, oferecendo bicicletas e equipamentos aos hóspedes conhecer os principais pontos turísticos da capital mineira de forma saudável e agradável.

O projeto visa manter as tendências mundiais de mobilidade urbana, e os hóspedes interessados podem utilizar das bikes entre 8h e 18h, pagando apenas R$2, em forma de doação – opcional – pelo empréstimo da bicicleta, e o valor será revertido ao Shelter In a Storm – iniciativa global do IHG – InterContinental Hotels Group que auxilia comunidades vítimas de catástrofes naturais.

Curtiu a ideia, então já sabe, quando for a Belo Horizonte pedale e desfrute ao máximo da capital mineira!

Por: Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Arquivado em mobilidade urbana

Recanto mineiro em pleno litoral

31671834_8_r3-mZVNRpxS95KDUIBuG7KO4z0KQ0dFdSLd-2LEJI

11539565_10204256804892947_3961275278185447988_nSabe aquele restaurante típico de beira de estrada, com cara de que é frequentado por caminhoneiros e pessoas locais, que conhecem um lugar bom e barato para comer? Pois bem, esse lugar encontra-se na Praia Enseada, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo.

O restaurante Recanto de Minas oferece comida típica de Minas Gerais, além de pratos caiçaras, servindo o melhor da entrada a sobremesa, e com direito a uma prova da pinga caseira, exclusiva da casa.

Com produtos frescos e feitos na hora, é uma ótima pedida para quem chega à Ubatuba e não sabe onde irá comer, com um cardápio com múltipla opções de pedida.

1376599_10207299994364700_8845391417843387539_nO atendimento é ímpar, atenção e carisma fazem toda a diferença, com degustação de bebidas e uma pimenta caseira que é excepcional, difícil não lembrar e salivar de saudades. Como comida de mãe, você come e repete!

O menu rico para todos os paladares, de carnes, peixes, frutos de mar, frango, e até pizzas, com mais de 20 sabores, e o preço vale cada centavo pago, pois a qualidade preza pelo sabor.

Em um ambiente familiar e caseiro, como um almoço de domingo na casa da avó, em que a mesa é farta, rica e a comida é excelentemente boa.

11701049_10207313764228938_2001639443526085509_n

SERVIÇO

Restaurante e Pizzaria Recanto de Minas
End: Avenida Marginal, 1460 – Enseada; Ubatuba/ SP.
Tel.: (12) 3842-1212

Por: Patrícia Visconti

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Nagata Sushi: Tradição e cordialidade

11099417_1612321235647439_8230960585410992637_n

Restaurantes japonês existem vários, e em diversos nichos da cultura oriental pela cidade de São Paulo, mas há um específico sediado na Avenida Nova Cantareira, zona norte da capital paulista que pode ser citado como um dos melhores da região.

13926_1613791732167056_2525156903043672536_nCom alimentos sempre frescos, e atendimento rápido e cordial, o Restaurante Nagata traz toda a essência da cultura nipônica a região norte paulista. Um ambiente limpo e agradável, e atendentes extremamente atenciosos, eles preparam os pratos e ainda dão dicas aos clientes indecisos na hora de escolher o menu.

Os pratos quentes são todos feitas na hora e na maior agilidade, já os frios, são preparados numa cozinha no próprio salão, bem pertinho dos clientes, preparados por profissionais do ramo culinário e em comida japonesa.

Um ambiente familiar, com pratos que agradam da vovó até o bebê e as crianças, que não precisam ficar10390956_1597836070429289_7536562118288873299_n entendiados na mesa com os adultos, há um playground para que eles brinquem e se distraem, enquanto os pais conversem e deleitem do sabores orientais do Nagata.

Considerado um dos melhores restaurantes japonês da zona norte pelos clientes e frequentadores da casa, recomendando e compartilhando aos amigos e conhecidos as delícias servidas no recinto, com preço justo aos sabores do cardápio, da entrada a sobremesa em média de R$ 30 a 50, bem servidos, por pessoa.

SERVIÇO

Restaurante Nagata
End: Avenida Nova Cantareira, 1019 – Jardim São Paulo; SP/SP.
Telefone: 11 2973-2852

Horários:
Almoço: 11:00 – 15:00
Jantar: 18:30 – 22:30
Facebook

Por: Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Arquivado em Restaurante

São Thomé das Letras: Um lugar para pensar em si!

10426069_647749128664784_5625732592218829842_n

Imagina um lugar onde o estresse é zero, as pessoas cumprimentam todo mundo, a natureza prolifera por toda parte que se olha, e se encanta a cada dia presente por ali.

Isso tudo é São Thomé das Letras, uma cidadezinha tipicamente interiorana situado próximo ao sul de Minas Gerais. Sua principal fonte de renda são as pedras de quartzito – conhecidas como pedras-de-são-tomé (utilizadas largamente na pavimentação de bordos de piscinas), além do turismo que faz movimentar e agitar a cidade.

São Thomé das Letras fica mais ou menos umas seis horas de São Paulo, umas sete horas, do Rio de Janeiro, e cerca de cinco de Belo Horizonte, todavia de qualquer capital que você esteja, para chegar até lá tem que passar por 3 Corações, onde sai um ônibus direto para STL e custa R$ 10,85, a viagem dura em torno de 1h10 a 1h30, se não for passar em São Bento do Abade.

10920907_647748278664869_1835094921571542765_n

As ruas não são asfaltadas, são todas de pedras-de-são-de-tomé – assim como as paredes das casas – todas bem pequenas e que te levam em cinco minutos ao centro da cidade, onde encontra-se a Praça principal, a igreja matriz, a Gruta de São Thomé e o Mirante, que do alto pode-se observar toda a cidade e até mesmo um pouco além dela, as montagens e a paisagem que lhe peculiar.

10943070_647749635331400_6216415482457309182_nCaminhando para cima, chegamos a Pedra da Bruxa, a pedra tem esse nome por causa do formato das rochas, que parece com a cabeça de uma bruxa.

Um lugar extremamente lindo de se ver, apesar de dar um pouco de medo na hora de descer, afinal são alguns metros para cima. Muita gente escala as rochas para meditar e refletir sobre si mesmo. E o melhor, mesmo que alta temporada, quase sempre é vazio.

Outro ponto que fica bem perto da Pedra da Bruxa, é o Cruzeiro, não subi até lá em cima, pois depois de encarar a subidinha na Pedra da Bruxa, não aguentei a ladeira.

Mais uma dica para ver STL do alto é a Pirâmide, porém diferente da Pedra da Bruxa, lá sempre é cheio, principalmente no finalzinho da tarde e inicio da noite, onde as pessoas vão até lá para observar o pôr do Sol e admirar as estrelas.

A noite na cidade é típica de de cidade do interior, todos se encontram na praça e lá conversam, escutam música, tomam uma cervejinha, etc. STL é uma cidade extremamente barata, para quatro dias de estadia pode-se for levar uns R$ 500,00 para gastar que dá e sobra, a não ser os artesanatos que são um pouco mais caros, mas essa é outra fonte de renda bastante forte na cidade.

10906049_647752251997805_6059272097734846392_nSTL é uma cidade excepcional, além do mais não há funkeiros, pagodeiros ou qualquer outro “eiro” que abre o capô do carro e fica procriando músicas ruins e danças ofensivas. Lá, onde quer que você fique, o rock predomina, do Classic Rock ao Pop Rock, uma maravilha para os amantes do gênero.

Os demais passeios acontecem fora da cidade, infelizmente como fiquei apenas dois dias, apenas fiz o Caminho das Águas e também passei pela Ladeira do Amendoim, a famosa ladeira onde o carro sobe desligado ao invés de descer o morro. E pode apostar, é real! Ele sobe mesmo, e você pode sentir essa sensação no corpo, ao caminhar rápido de costa e depois tenta regressar normalmente, parece mágica, mas há uma força inquietante que te puxa para trás, fazendo com que sua mente e seu corpo não se entenda. Algo simplesmente incrível!

10931378_647753105331053_8831098545769817347_n

Em relação as cachoeiras, outro ponto turístico bastante procurado para quem vai a STL, não se iluda em ir caminhando, pois a maioria são longes, além de uma caminhadinha dentro da mata para chegar até elas. Consegui visitar quase todas, mas fui com o guia, o Júlio César, vice-presidente da Associação de Guias de STL, uma pessoa super simpática que além de ajudar, ele dava dicas para caminhar nas trilhas.

10929008_647756645330699_69116533607911573_nDentre as cachoeiras que fui, foram a Cachoeira da Ricarda ou a de São Thomé das Letras, a do Paraíso, o Vale das Borboletas, Passo Fundo, Véu de Noiva, Flávio e por fim a Eubiose, creio ser a mais próxima da cidade, por isso está sempre cheia.

Todas sem exceção são lindas e deslumbrante, mas na minha opinião a do Paraíso e do Vale das Borboletas são maravilhosas. Claro, que há algumas impróp10933932_647765581996472_4718470824801847378_nrias para o banho, como a da Ricarda e a Passo Fundo, por causa da forte correnteza nos rios e forte pressão das águas. Mas, as demais todas podem se banhar e brincar, mas claro sempre entrando devagarinho, pois há muitas pedras e também, o solo é de areia, mas mole, diferente do mar, e o pé pode afundar dependendo da profundidade da cachoeira.

Quem quiser conhecer e visitar São Thomé das Letras, não faça cerimônias e vá, pois lá é uma cidade extremamente mágica e única, um lugar incrível, onde você pode deitar sobre as pedras e relaxar, esquecer da rotina árdua e pesada diária e se deslumbrar com paisagens distintas e ar puro, dar um OFF total nos problemas mundanos.

10372234_10203214074025327_6254178336968562685_n

Por: Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Arquivado em Trip

Comer bem, pagar justo!

20460005_Mx86zKodN5PuLcdElqRCcIeWaDFigI4ggFlPiHAiovs Comer bem e a preço razoável é o que todos adoram, ainda mais se for em um lugar aconchegante, com garçons atenciosos e uma comida que parece feita em casa. 26997172_ej7ZCQMnofw0bIQLSZPQHvFZMgKEBc8Wa35ER5tcH3cO Restaurante Boi na Brasa, está localizado na Rua Marques de Itu, bem no centro da capital paulista, atrás da Praça da República, há mais de 40 anos. Um lugar simples, mas bastante confortável, com uma vasta variedade no cardápio, onde o carro chefe são as carnes assada preparadas na churrasqueira, servidas à la carte, com diversas opções e ao ponto do freguês. Além dos acompanhamentos, como farofa e arroz, batatas-frita, entre outras opções. O espaço do salão é pequeno, onde uma mesa quase se aproxima da outra, fazendo apenas um corredor para que os garçons transitem ali no meio, a entrada já é trazida logo após que você faz o pedido, pão francês quentinho, manteiga12232236_Z81eESz9ALu6akuwfvl_jbZMG2kraB7ZrNtZnQ0vHRk, cebola à vinagrete, são as opções do couvert, a salada verde é servida na sequência, quase satisfaz apenas com o ensejo, mas o principal está por vir. O prato principal diz no cardápio que serve duas pessoas, mas acredito que “dá pra quatro”, pois são mega porções de carnes, peixes, linguiças e chouriços deliciosos, bem temperados e um sabor de comida caseira. As bebidas são as encontradas em qualquer estabelecimentos alimentícios, como, cervejas, refrigerantes, sucos naturais, vinhos, batidas e o famoso chopp na caneca (ainda não experimentei, mas com certeza não faltará oportunidade), vem em uma caneca de alumínio com cerca de 500 ml da bebida, onde os fregueses se esbaldam no chopp. A verdadeira essência gaúcha de churrasco e chopp.VrfxkWD4GNZrha-pI77x4xID3UQ0rsYx6hl97qO2a7w Uma perdição que precisa estar varado de fome para se satisfazer, pois são várias opções, que confunde sua cabeça até na hora de pedir, pois a variedade extensa de delícias é de dar água na boca. E na hora de pagar a conta, sai bem mais em conta com qualquer rodízio ou restaurante badalado por aí, porém apesar de não ser o típico “restaurante da moda”, está sempre lotado, com senha e fila de espera, já que o espaço não é tão grande assim, e a comida é excepcional. Ainda há outra unidade do restaurante na mesma rua. Vale conferir, pois comer bem, pagar o justo, e ainda, levar marmitinha para casa, é maravilhoso! SERVIÇO Restaurante Boi na Brasa R. Marquês de Itu, 188 (R. Bento Freitas) – República São Paulo/ SP Telefone: 011 3222-9479 Horário de funcionamento: segunda a quinta: 11h às 4h. sexta a domingo: 11h às 5h. Preço: até R$ 50,00 É isso aí, até a próxima dica boa e barata para todos os ‘under‘ da cidade! @pavisconti

2 Comentários

Arquivado em dica, Restaurante